Condena a todos los genocidas, justicia por todos los compañeros. Luchas poli...

Condena a todos los genocidas, justicia por todos los compañeros. Luchas poli...

Instituto de Ciencias

Condena a todos los genocidas, justicia por todos los compañeros. Luchas politicas en el juicio a Miguel Etchecolatz

No ano 2006, quem foi o Diretor Geral de Investigações da Polícia da província de Buenos Aires durante a última ditadura argentina, Miguel Etchecolatz, foi julgado pública e oralmente na cidade de La Plata, acusado de oito casos de privação ilegal da liberdade, o uso de tortura e homicídios. Foi o primeiro julgamento com consequências penais, realizado depois da anulação das leis que impediam esses processos, as de Ponto Final (Punto Final) e Obediência Devida (Obediencia Debida). Mesmo assim foi o primeiro, referido a essas causas, que contou com a participação de querelas que representavam determinados setores da sociedade. Esta tese estuda as lutas políticas por justiça desenroladas pelos diferentes atores sociais e políticos envolvidos nesse processo. A demanda por "justiça" -junto com os pedidos de "memória" e "verdade"- é uma das mais significativas na historia do movimento de direitos humanos da Argentina, o cual tem procurado de distintas maneiras a condenação dos responsáveis do terrorismo de Estado que teve lugar entre 1976 e 1983. Por outra parte, os vitimarios têm procurado sempre evitar os processo judiciais. Nesse sentido, compreendemos esse julgamento como um momento de relevância onde são expressadas as lutas dos atores, quem têm historicidade e ao mesmo tempo manifestam diversas expectativas sobre o futuro. Analisamos quais são os atores sociais envolvidos nessa disputa, tornandose empreendedores de justiça. Estamos também interessados em indagar que estratégias jurídico-políticas utilizam as distintas partes, quais são os discursos políticos que eles formulam na cena judicial e cómo ela se manifesta em certas pugnas pelo sentido do passado de violação aos direitos humanos. Através de entrevistas com informantes-chave, atas dos depoimentos do julgamento e dos fundamentos da sentença, anotações pessoais, registros audiovisuais e artigos de jornal, nessa tese é reconstruida e analizada a cena do julgamento e os sentidos que os atores atribuem ao passado objeto de discução no tribunal.

Suscripción al newsletter
Seguinos en