La excepcion y la regla. Estado, partidos políticos y medidas prontas de segu...

La excepcion y la regla. Estado, partidos políticos y medidas prontas de segu...

Instituto de Ciencias

La excepcion y la regla. Estado, partidos políticos y medidas prontas de seguridad en uruguay (1946-1963)

Nesta tese abordamos o recurso ao "estado de exceção" por parte dos partidos políticos que habitaram o Estado uruguaio mediante o controle do Poder Executivo (PE) para resolver problemas internos de diversas índoles entre 1946 e 1963, centrando nossa análise nas justificativas que os governantes realizaram no momento de apresentar situações específicas como estados de necessidade. Nossa proposta é entender este recurso como uma estratégia dirigida à manutenção da ordem sociopolítica e a reprodução dos elementos constitutivos do sistema político uruguaio, dominado pelo Partido Colorado e pelo Partido Nacional. Assim pensamos na disposição do "estado de exceção", mediante a figura constitucional das medidas prontas de seguridad, como um meio para repor simbólica e coercivamente a centralidade desses partidos políticos e reafirmar sua superioridade por sobre qualquer outra coletividade social que pretendesse se estabelecer como representante de interesses sociais específicos por fora das instancias controladas por os em contectos cruciais para a conformação do sei perfil governante.

Suscripción al newsletter
Seguinos en