Memorias olvidadas: los judíos y la recordación de la Shoá en Buenos Aires, 1...

Memorias olvidadas: los judíos y la recordación de la Shoá en Buenos Aires, 1...

Instituto de Ciencias

Memorias olvidadas: los judíos y la recordación de la Shoá en Buenos Aires, 1942-1956

Esta tese aborda uma série de obras da memória da Shoá promovidas por vários indivíduos e instituições da comunidade judaica em Buenos Aires entre 1942 e 1956. Apesar de ter atravessado a guerra e a Shoá à distância, a salvo do perigo nazista, esta comunidade foi o protagonista de um intenso e produtivo trabalho comemorativo; no entanto, suas iniciativas foram largamente esquecidas por causa do abandono progressivo da linguagem em que elas foram desenvolvidas e registradas, o iídiche. Num percurso cronológico-temático, eu faço levantamento e analiso as dimensões local e transnacional, cultural, religiosa, familiar e política nas memórias dos anos da “solução final” na Europa e durante a primeira década do pós-guerra, na qual o aprofundamento da Guerra Fria e a fundação do Estado de Israel (a nível internacional) e o governo peronista (a nível nacional) tiveram impacto na dinâmica da comunidade e também nas lutas pelos sentidos do passado. Desta forma, a tese representa uma contribuição geral para o conhecimento dos processos de produção de memórias de grupos sociais minoritários. As fontes consultadas incluem jornais argentinos com circulação nacional, imprensa comunitária em várias línguas, documentação institucional, cartas familiares, livros, testemunhos orais, fotografias e ilustrações.

Suscripción al newsletter
Seguinos en