La construcción de un sector. Políticas para la agricultura familiar en Argen...

La construcción de un sector. Políticas para la agricultura familiar en Argen...

Instituto de Ciencias

La construcción de un sector. Políticas para la agricultura familiar en Argentina, 2002-2015

Esta pesquisa explora o papel do Estado nacional na disseminação da categoria de agricultura familiar na Argentina entre 2002 e 2015. O objetivo do trabalho é analisar as políticas públicas para a agricultura familiar, considerando as ações tomadas pelas burocracias para identificar e caracterizam os assuntos de direito dos programas direcionados ao setor. Para fazer isso, observamos os espaços institucionais onde a categoria foi construída e certos programas implementados no âmbito do Ministério do Agronegócio da Nação e suas agências descentralizadas. Especificamente, são analisadas as definições de agricultura familiar construídas nesses espaços, as definições adotadas pelos programas e os dispositivos através dos quais os atores da agricultura familiar são identificados.

A perspectiva teórica que estrutura a pesquisa é alimentada por contribuições provenientes principalmente da sociologia e da ciência política. Especificamente, são adotados conceitos desenvolvidos no campo da sociologia rural, da sociologia da estatística e da ciência política, conceitos relacionados à reflexão sobre o estado e as políticas públicas. As fontes pesquisadas são constituídas por documentos oficiais (resoluções, relatórios, documentos e formulários) e bancos de dados dos programas analisados. A abordagem metodológica contempla a triangulação de métodos, através da aplicação de técnicas de análise qualitativa e quantitativa. Os primeiros são utilizados para analisar as fontes documentais, enquanto os bancos de dados são analisados ​​usando técnicas de estatística descritiva. De forma complementar, foram realizadas entrevistas com funcionários envolvidos no processo estudado.

Suscripción al newsletter
Seguinos en