Espacios, trayectorias y luchas. Un etnografia de las practicas ciudadanas tr...

Espacios, trayectorias y luchas. Un etnografia de las practicas ciudadanas tr...

Instituto de Ciencias

Espacios, trayectorias y luchas. Un etnografia de las practicas ciudadanas transnacionales de las y los jovenes paraguayos en Buenos Aires (2008-2013)

Esta tese aborda o surgimento de as agrupações políticas “Ápe Paraguay”, “Ysyry Aty” e “Movimiento 138” no ascensão e queda do ex-presidente Fernando Lugo, entre os anos de 2008 e 2013. A partir de uma abordajem etnográfica, analisamos os vínculos políticos, laborais e sociais construídos por estos jovens que fazem parte de uma “elite intermediária” que conseguiu estabelecer espaços próprios de interlocução com o Estado paraguaio, com as organizações de migrantes em Buenos Aires e com outros paraguaios ao redor do mundo, mas não sem tensões que os diferenciaron em termos geracionais, etários e de classe.
A análise de trajetórias de vida, mostra que os jovens são partícipes de processos transnacionais “intermediários” (desde el medio), incorporados tanto em lógicas de emancipação como de dominação. Essa mesma lógica e a que continua se com a destituição do presidente Lugo e a formação de novas alianças e escalas na cidadania política transnacional.

Suscripción al newsletter
Seguinos en