Vulnerabilidad y confiabilidad en el sistema ferroviario argentino. Practicas...

Vulnerabilidad y confiabilidad en el sistema ferroviario argentino. Practicas...

Instituto de Ciencias

Vulnerabilidad y confiabilidad en el sistema ferroviario argentino. Practicas de conductores y ayudantes de locomotora para la gestion del riesgo: el caso de la linea Belgrano Sur.

O debate sobre o risco de segurança e serviço de transporte ferroviário de passageiros, retorna ao centro do discussão, após os últimos conhecidos publicamente acidentes graves, catástrofes fazer nada, mas trazer o estado das estradas e materiais de tracção, gestão concessionárias, e do funcionamento das linhas.
Nossa intenção é esclarecer as práticas diárias do pessoal da locomotiva e sua relação com a vulnerabilidade e confiabilidade da sistema.
Nós privilegiando uma estratégia metodológica qualitativa com base em um estudo de caso: a Linha Metropolitana Belgrano Sur. As conclusões podem identificar que o fator humano não é nem a única nem a mais importante fator de vulnerabilidade em organizações como argumenta a literatura dominante de análise de acidentes. Paradoxalmente, o fator humano é uma fonte de vulnerabilidade, mas também confiabilidade. Outros fatores relacionados às condições e organização do trabalho e fatores contextuais que contribuem para a vulnerabilidade da linha férrea tentanto ser atenuada por pràticas ad hoc.

Suscripción al newsletter
Seguinos en